04 setembro 2016

Fui assistir Boca Rosa – A Peça aqui em Fortaleza. Eu conheci a Bianca Andrade em um vídeo há bastante tempo quando ela fazia gambiarras pra gravar e ainda nem tinha o tal ‘cantinho’. E confesso que tava bem curiosa pra assistir a peça pra poder conhecer um pouco mais sobre o caminho que ela trilhou pra chegar onde está hoje, mesmo odiando quando ela fala ‘goxtosas’ eu curto alguns vídeos e principalmente quando o namorado dela grava junto (parece que eu tô falando de uma pessoa de 60 anos né? Mas não, a menina tem apenas 21 anos, eu acho). E eu tenho muita curiosidade pra entender e ver o comportamento das fãs de Youtubers. Como era de se esperar tinha MUITA adolescente, afinal é o público dela e eufóricas diga-se de passagem, essa noite inclusive rendeu longos papos sobre a influência que esses Youtubers estão causando na gente e como tudo isso É LOUCO. Quando ela entrou no palco eu simplesmente não tinha mais ouvidos, eu tenho quase certeza que hoje eu perdi pelo menos 0,1% da minha audição. MAS bem, vamos falar sobre A PEÇA.

Quando a gente já tava dentro do teatro entraram duas mulheres (assistentes de palco da equipe da Boca Rosa mesmo, sei lá) pra conversar, gravar snap e descontrair todo mundo, no começo achei um pouco chato porque eu queria IMPACTO, eu sou fã de teatro e sempre gosto quando tudo se apaga e começa então confesso que isso foi meio broxante já que demorou pelo menos 20 minutos, mas o ponto positivo que eu achei disso é que eles pegaram TODOS os presentinhos que as meninas levaram pra ela, cartinhas, cartazes, tudo com muito carinho e ainda sortearam 10 meninas pra entrar no camarim e falar com ela, coisa que hoje em dia tá difícil quando se fala em artista né? Achei essa atitude muito bacana e atenciosa. TINHA GENTE CHORANDO do lado de fora e eu acho que isso é o mínimo que se pode fazer quando se tem fãs tão fiéis.

Então, enfim a peça começa! A Bia entra com um vestido bem pink estilo debutante e faz uma mini apresentação, começa a falar em todas as dificuldades que ela passa e nas coisas que a mãe dela falava pra ela que se resume basicamente na seguinte frase: primeiro tudo vai dar errado, pra depois tudo dá certo. E então tem um telão de led atrás que ‘suga’ ela pra passar a abertura e a troca de cenário, quando volta já é o “cantinho” dela com uma “Pesquisadora” que é a Betina (a atriz Bia Guedes) que vai ajudá-la a montar a Peça. Na verdade a história mesmo é ‘como elas planejaram fazer a própria peça’ deu pra entender? GRAÇAS A DEUS existe essa Betina, porque ela praticamente salva tudo, todas as partes engraçadas foram as dela e achei a Bianca por diversas vezes forçada por demais, na verdade mais no começo, mas pode ser nervorsismo né gente? Fazer teatro não é NADA fácil, não tem edição, então você tem que demonstrar ali na hora, pei e bufo. Considerando que ela não é atriz e está a pouco tempo com a peça, apesar das partes forçadas, achei que se saiu muito bem no decorrer.

Então o diálogo com a Betina vai se desenvolvendo, ela começa a dizer que quer contar sobre a vida dela toda na peça, sobre todas as pessoas que a ajudaram a chegar até hoje e a Betina vai dizendo que é impossível, que precisa ser um espetáculo de no máximo 1 hora e então a Bia vai contando as fases da vida dela pra que a Betina possa organizar e colocar no texto pra desenvolver as cenas.

Então 1) Ela conta o estágio que teve bullying no colégio, que as pessoas zoavam dela e a mãe dela sempre estava lá pra ajudá-la e ser a melhor amiga dela. Nessa parte eu confesso que ainda estava esperando algo começar, fica tanto tempo nesse diálogo que se torna cansativo, o mesmo cenário sempre e tal. 2) Conta que entrou pra um grupo de dança e então nessa parte entram alguns dançarinos, existe troca de figurino e ela dança muito funk, fala um pouco sobre a comunidade onde ela nasceu e na amiga Jeniffer que deu muita força pra ela quando ela decidiu fazer os vídeos pra internet.

Nesse momento ela interpreta ela mesma e a Jeniffer, achei que ficou BEM CHATO e poderiam ter aumentado esse número de atrizes né? Fiquei com muita vontade de ver uma personagem como a Jeniffer, acho que teria enriquecido demais a peça. Então como – tava faltando atriz – a Bianca interpretava as duas, indo de um lado pro outro fazendo o diálogo-monólogo sabe? Eu tenho certeza se tivesse uma atriz tão massa quanto a Bia Guedes interpretando a Jeniffer seria bem, bem mais legal!

Com o passar da peça, ela toca em assuntos como auto-estima, acreditar em si mesmo, seguir seus próprios sonhos, não desistir, ter um foco, ralar pesado pra conseguir dinheiro pra conquistar as coisas que você quer e chega a hora de falar como conheceu o namorado de 7 anos, o Nando, que também é bem conhecido pelas fãs. Nesse momento eu perdi mais 1,5% de audição. Eu confesso que tava mini ansiosa por essa parte porque os vídeos mais legais dela são com ele, ela conta como foi que se formou o romance, ele aparece, os dois dançam e passa um vídeo no telão da festa de 15 anos dela que ele foi o príncipe, achei fofo, apesar de estar totalmente desacreditada no amor. caiu uma lágrima.

Pra ir fechando se não vai ficar enorme esse post, a peça é dividida pelo menos em 7 blocos demorou mais de 1h30 pra acabar não vai dar pra contar todos os detalhes aqui, mas ela conta também como teve a ideia do nome do blog (foi porque vivia com batom rosa no colégio) e que o Nando foi quem criou o primeiro blog, conta os perrengues que passou pra comprar a primeira câmera, gravar os primeiros vídeos e tudo e tals. O que mais me incomodou realmente foi que não há troca de cenário e eu acho que isso faz MUITA falta em teatro, TEM que ter todo um figurino e cenário pra encantar a gente, concordam? Confesso que a minha opinião final foi: OK, eu demorei pelo menos algumas horas pra conseguir definir um pensamento que desse um post de tão água com açúcar que eu tava. Não é o tipo de peça que você sai maravilhado, que tem uma história que te prende, tá que talvez eu não seja ~o target~.

E eu não pagaria 120 rinhais pra ver se eu soubesse que a peça é isto, eu ri algumas vezes com a Bia Guedes que por sinal é uma das melhores coisas com certeza, gostei das partes das danças dela, mas por diversas vezes você fica um pouco entediado e, nem eu que não acompanho 100% já sabia a história toda só por alguns vídeos, confesso que a Peça não foi lá muita surpresa pra mim. MAS, a mensagem que ela passa é interessante e para ~o target~ muito importante, as meninas (nós) hoje em dia precisamos MUITO de alguém dizendo pra gente o quanto é importante acreditar nos nossos sonhos, em amor próprio e em quanto somos lindas sim, independente do que os outros falam, independente de como seja, acho que a Bianca tá contribuindo para um mundo adolescente melhor e a garota tem carisma, isso não dá pra negar. Ps: Nenhuma foto desse post é minha, é tudo do tio google.

Se estiver sem Facebook, comenta aqui :)

  • Liliana Inocêncio @ 05/09/2016 - 00:14

    Enfim! Vou frescar não. kkkkkkkkkk

  • Tata @ 05/09/2016 - 16:16

    Eu não sou mt fã da Bia. Acho ela bem enjoadinha, bobinha e forçada… até entendo que o público alvo curta…. mas não posso negar que ela é um sucesso e o que me chama a atenção realmente é como ela saiu do nada e alcançou esse patamar. Não tem como negar que ela é esforçada e batalha pra caramba… e essa parte admiro muito!
    Não pagaria jamais pra ver a peça, mas pelo menos fico feliz dela ter investido no teatro, e não em livro como metade das blogueiras famosas…rsrs
    Ela conseguiu uma forma diferente de se destacar!
    Bjsss