29/112017
Leitura focada

Sinopse: O detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh) embarca de última hora no trem Expresso do Oriente, graças à amizade que possui com Bouc (Tom Bateman), que coordena a viagem. Já a bordo, ele conhece os demais passageiros e resiste à insistente aproximação de Edward Ratchett (Johnny Depp), que deseja contratá-lo para ser seu segurança particular. Na noite seguinte, Ratchett é morto em seu vagão. Com a viagem momentaneamente interrompida devido a uma nevasca que fez com que o trem descarrilhasse, Bouc convence Poirot para que use suas habilidades dedutivas de forma a desvendar o crime cometido.

Foi justamente um dos livros da Agatha Christie que me fez iniciar no mundo da literatura. Ele simplesmente me abriu a mente pro mundo do suspense e até hoje me lembro que ainda criança comecei a rabiscar o meu próprio livro de suspense – pena que perdi todos os arquivos. O fato é que assistir a pré-estreia de Assassinato no Expresso do Oriente foi um mais um grande presente de 2017, valeu pelo convite @foxfilmbrasil! Esse nome: Agatha Christie e seu universo nunca saiu da minha cabeça e agora já estou enlouquecida pra reler tudo. Mas, vamos falar do filme.

Assassinato no Expresso do Oriente é o 19º livro escrito da autora e tem uma história real como background do enredo (o que torna tudo mais interessante) o sequestro do bebê do aviador Charles Lindbergh que pagou o resgate e tudo, mas infelizmente o bebê foi encontrado morto. Sim, porque ela é especialista em tramas complexas e bem amarradas, mas tudo muito atemporal. O filme tem um ‘quê’ de clássico, muita sofisticação, uma direção de arte, figurinos espetaculares e o elenco nem se fala né? Não senti muita ação no filme, pois pra mim definitivamente o foco foi a investigação. O professor, o mordomo, o conde, o assistente, a governanta, a viúva, a missionária, o vendedor, a criada, a princesa ou o médico? Quem será o assassino?

Aliás, é isso, a primeira coisa importante que você deve saber sobre esse filme é que ele é especial para quem AMA histórias de investigação. Os detalhes das cenas do crime, os objetos, as pessoas envolvidas, tudo é direcionado para a investigação, isso e apenas isso. Detalhes, nada passa despercebido pelo famoso detetive belga Hercule Poirot. Não vá esperando super-heróis ou aventuras megalomaníacas como os últimos grandes filmes vem nos prometendo, este é um filme de concentração. Você vai precisar se concentrar, pensar, avaliar e fazer a sua aposta. Quem é o verdadeiro assassino do Expresso?

Toda a tensão para a descoberta do assassino faz o filme ficar muito envolvente e empolgante, diversas teorias da cena do crime, diversos suspeitos excêntricos vivendo juntos durante algumas horas é o que vai fazer você ficar colado na cadeira já que você também é feito de criminoso – ficando lado a lado com os personagens.

Um ponto que me deixou bem surpresa foram os elementos morais e éticos presentes no filme, várias reflexões (até sobre perdão) e principalmente o final surpreendente. Se você vai gostar do final ou não vai ter ligação direta com as suas crenças atuais – o que você pensa sobre justiça? o que você pensa sobre equilíbrio? sobre vida e morte? ou sobre razão e emoção?

Tudo será posto em xeque na trama. Muita gente vai concordar e muita gente vai discordar. O padrão não existe, a quebra de paradigma é clara. Mas pra fechar é um filme excelente, cheio de nuances, detalhes, descobertas e suspense do jeito que a gente gosta – e pra melhorar ainda mais uma pitada de “Morte no Nilo” pra nos deixar ainda mais ansiosos!

Assassinato no Expresso do Oriente estreia dia 30/11/17 em todo o Brasil!
Nota: 4/5

Gostou do que leu? Então nos acompanhe pelas redes sociais para poder ver nossas atualizações e ler os novos conteúdos do blog rapidinho. Siga o perfil @ellen.nuwem no Instagram. Lembra de deixar seu comentário! :D

Se estiver sem Facebook, comenta aqui :)

Cinema e TV Experiências Filmes