Posts arquivados na categoria: Experiências

Posts completos Posts resumidos
12/122017
Leitura focada

Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta.

– Livre de Spoilers –
Estava ansiosa por esse filme, mesmo tendo passado várias vezes pelo livro nas livrarias acabei não comprando, mas sabia o quanto a história era linda e inspiradora. Todos na minha rede social diziam que saíram chorando muito, sendo assim, eu fui para o cinema preparada para chorar ou para ficar com aquele bolo enorme na garganta, mas definitivamente não foi o que aconteceu.

#1 – Não é um filme para você ter pena do garoto.
Acho que quem não leu o livro ou não consumiu nada da história, ao assistir o trailer pode ter uma sensação de que passará o filme tendo pena do Auggie e acompanhando a sua difícil saga de ter o rosto deformado. Mas pelo contrário, o filme é muito mais sobre as pessoas à volta de Auggie do que propriamente do ‘sofrimento’ dele por ser diferente. No começo, sentimos sim um pouco de tristeza pelos desafios que ele precisa enfrentar nos primeiros dias de aula e pelo bullying sofrido, mas logo depois tudo começa a se transformar e encaminhar para a mensagem principal.

#2 – É um filme emocionante, leve e cômico, não triste.
Esperava um drama, recebi bastante comédia. Tem várias partes engraçadas, a maior parte do filme tem uma trama leve e descontraída – com a ajuda de Owen Wilson que interpreta o pai do Auggie – focando nos pontos positivos de viver, de forma delicada e segura. Me lembrei bastante do filme Intocáveis. O foco sai do problema do Auggie e passa a ser simplesmente o MODO de viver dele – que a gente sabe que é o que comanda. Não é o que nos acontece e sim o que fazemos com o que nos acontece. E essa é uma lição presente durante todo o tempo. Se você gosta de Star Wars vai ser melhor ainda.

#3 – Você vai querer dar mais valor à sua família e amigos.
A história nos mostra o quanto é importante estar perto de quem amamos. Muitas vezes nos distanciamos por problemas externos ou internos, mas a nossa força está em estarmos juntos e não separados. Durante todo o filme vemos o quanto é importante uma relação saudável com os nossos familiares, valorizarmos nossos amigos e aceitar ajuda sempre que precisarmos – nunca é tarde para perdoar e estar perto de quem amamos. A interação entre o Auggie e sua mãe, interpretada pela Julia Roberts é espetacular e emocionante.

#4 – Você vai refletir sobre uma nova perspectiva de vida.
Outra coisa que me chamou bastante atenção é como o filme bate na tecla de que “a vida é como você a vê”. Logo na primeira cena em que Auggie chega na escola pela primeira vez, ele solta a seguinte frase: “Se você está em um lugar que não gosta, imagine estar no lugar dos seus sonhos”. E durante toda a história essa afirmação se repete de que VOCÊ cria a sua própria realidade, você pode imaginar, sonhar, trabalhar para estar onde realmente quer estar.

Você não precisa viver em um inferno particular – você só precisa melhorar a sua mentalidade para as coisas começarem a fluir. Constantemente, nos seus piores momentos, Auggie se imaginava vestido de astronauta e várias pessoas o aplaudindo (era o sonho dele se realizando!). Eu entendo isso como visualização! Faço constantemente na minha vida e o resultado é surreal. Aliás, isso é pura física quântica.

#5 – Mundo de Aparências.
Nesse filme vamos além. Vamos nos desligar um pouco das aparências e mergulhar no coração dos personagens. Cada um com seus sonhos, suas dificuldades, seus desafios e suas conquistas. A importância de comemorar pequenas vitórias como fazer um novo amigo, superar um insulto, superar uma rejeição também são alguns pontos tratados em todo o enredo do filme que envolve o personagem principal, os amigos e a família dele. Até os colegas que praticam o Bullyng são explorados para mostrar que cada um vive um universo particular que o transforma na maneira de agir. É um filme definitivamente emocionante e chegou na época certa, Natal.

That’s all folks! Vale a pena assistir cada segundo desse filme!
Nota: 5/5

Gostou do que leu? Então nos acompanhe pelas redes sociais para poder ver nossas atualizações e ler os novos conteúdos do blog rapidinho. Siga o perfil @ellen.nuwem no Instagram. Lembra de deixar seu comentário! :D

Cinema e TV Diversão Experiências Filmes
29/112017
Leitura focada

Sinopse: O detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh) embarca de última hora no trem Expresso do Oriente, graças à amizade que possui com Bouc (Tom Bateman), que coordena a viagem. Já a bordo, ele conhece os demais passageiros e resiste à insistente aproximação de Edward Ratchett (Johnny Depp), que deseja contratá-lo para ser seu segurança particular. Na noite seguinte, Ratchett é morto em seu vagão. Com a viagem momentaneamente interrompida devido a uma nevasca que fez com que o trem descarrilhasse, Bouc convence Poirot para que use suas habilidades dedutivas de forma a desvendar o crime cometido.

Foi justamente um dos livros da Agatha Christie que me fez iniciar no mundo da literatura. Ele simplesmente me abriu a mente pro mundo do suspense e até hoje me lembro que ainda criança comecei a rabiscar o meu próprio livro de suspense – pena que perdi todos os arquivos. O fato é que assistir a pré-estreia de Assassinato no Expresso do Oriente foi um mais um grande presente de 2017, valeu pelo convite @foxfilmbrasil! Esse nome: Agatha Christie e seu universo nunca saiu da minha cabeça e agora já estou enlouquecida pra reler tudo. Mas, vamos falar do filme.

Assassinato no Expresso do Oriente é o 19º livro escrito da autora e tem uma história real como background do enredo (o que torna tudo mais interessante) o sequestro do bebê do aviador Charles Lindbergh que pagou o resgate e tudo, mas infelizmente o bebê foi encontrado morto. Sim, porque ela é especialista em tramas complexas e bem amarradas, mas tudo muito atemporal. O filme tem um ‘quê’ de clássico, muita sofisticação, uma direção de arte, figurinos espetaculares e o elenco nem se fala né? Não senti muita ação no filme, pois pra mim definitivamente o foco foi a investigação. O professor, o mordomo, o conde, o assistente, a governanta, a viúva, a missionária, o vendedor, a criada, a princesa ou o médico? Quem será o assassino?

Aliás, é isso, a primeira coisa importante que você deve saber sobre esse filme é que ele é especial para quem AMA histórias de investigação. Os detalhes das cenas do crime, os objetos, as pessoas envolvidas, tudo é direcionado para a investigação, isso e apenas isso. Detalhes, nada passa despercebido pelo famoso detetive belga Hercule Poirot. Não vá esperando super-heróis ou aventuras megalomaníacas como os últimos grandes filmes vem nos prometendo, este é um filme de concentração. Você vai precisar se concentrar, pensar, avaliar e fazer a sua aposta. Quem é o verdadeiro assassino do Expresso?

Toda a tensão para a descoberta do assassino faz o filme ficar muito envolvente e empolgante, diversas teorias da cena do crime, diversos suspeitos excêntricos vivendo juntos durante algumas horas é o que vai fazer você ficar colado na cadeira já que você também é feito de criminoso – ficando lado a lado com os personagens.

Um ponto que me deixou bem surpresa foram os elementos morais e éticos presentes no filme, várias reflexões (até sobre perdão) e principalmente o final surpreendente. Se você vai gostar do final ou não vai ter ligação direta com as suas crenças atuais – o que você pensa sobre justiça? o que você pensa sobre equilíbrio? sobre vida e morte? ou sobre razão e emoção?

Tudo será posto em xeque na trama. Muita gente vai concordar e muita gente vai discordar. O padrão não existe, a quebra de paradigma é clara. Mas pra fechar é um filme excelente, cheio de nuances, detalhes, descobertas e suspense do jeito que a gente gosta – e pra melhorar ainda mais uma pitada de “Morte no Nilo” pra nos deixar ainda mais ansiosos!

Assassinato no Expresso do Oriente estreia dia 30/11/17 em todo o Brasil!
Nota: 4/5

Gostou do que leu? Então nos acompanhe pelas redes sociais para poder ver nossas atualizações e ler os novos conteúdos do blog rapidinho. Siga o perfil @ellen.nuwem no Instagram. Lembra de deixar seu comentário! :D

Cinema e TV Experiências Filmes
19/112017
Leitura focada

É muito louco dizer: Eu conheci a Disney e os parques do Harry Potter na Universal! Como uma boa #potterhead eu sempre sonhei em conhecer os parques, mas nunca tinha me programado e achava surreal conseguir fazer algo do tipo. Os meus medos colocavam minhocas na minha cabeça dizendo que isso talvez nunca fosse acontecer comigo. Até que no final do ano passado eu decidi que faria essa viagem, falei com Deus, ele disse SIM e então resolvi fazer um plano de ação pro negócio ACONTECER de verdade.

Planejei mês a mês de todas as coisas que eu precisava fazer pra isso acontecer – afinal eu nunca tinha feito nenhuma viagem internacional, quando decidi fazer foi logo pros Estados Unidos e eu não tinha nem passaporte(!!!) e ainda consegui fazer a viagem totalmente sem guia, nem roteiro comprado, eu fiz tudo sozinha estudando e pesquisando com o meu amigo que foi comigo! Então, claro que eu preciso registrar aqui no blog e também compartilhar com todos vocês que pediram no meu instagram :) (Já aviso que será um post bem longo, dividido em 3 partes!) aliás, eu fiquei tão feliz com tantas mensagens lindas de vocês que emocionei, muito obrigada mesmo por todas as energias positivas. Esse post é especialmente para:

• Você que quer viajar pra Disney e Universal, mas não sabe por onde começar.
• Você que é um planejador e tem medos e quer saber o passo a passo de como fazer tudo.
• Você que nunca viajou para fora do País e quer que essa seja a primeira viagem.
• Você que quer um roteiro especial PotterHead.

01. Decidindo Viajar.
Muitas vezes a gente fica nessa de ‘ai eu queria’, ‘ai um dia eu vou’ e não decide de fato fazer a viagem. A primeira coisa que fez muita diferença pra mim foi decidir exatamente o período que queria viajar. Nós decidimos que seria em Outubro de 2017 – porque poderíamos programar a tempo as férias da empresa e logo após uma pesquisa rápida vimos que Outubro era uma ótima época para ir a Disney, onde aproveitaríamos a festa de Halloween, a baixa temporada e o clima que nem era tão quente e nem tão frio.

Decidimos também que a viagem seria de 9 ou 10 dias, mas isso foi decidido mesmo por conta da promoção de passagens Fortaleza – Miami – Orlando que pegamos, se você conseguir comprar pacote de passagens com mais dias, eu definitivamente sugiro que você passe no Mínimo 12 dias em Orlando e mais 4 dias para a viagem em si – ida e volta. Senti muita falta de ficar mais dias e de ter uma viagem mais tranquila, foi meio louco vivenciar a correria que foi por conta dos poucos dias que fizemos.

02. Documentação – Passaporte e Visto Americano
Decidindo o período que iríamos começamos a ver toda a documentação necessária. Antes de TUDO, ingressos, passagens, hotel ou qualquer outra coisa – a PRIORIDADE deve ser a documentação, afinal você não entra nos EUA nem a pau se não estiver com o passaporte e o visto americano. E a gente? Não tinha absolutamente NADA disso hahahaha A gente tentou também não criar tantas expectativas, porque se o visto americano de qualquer um de nós fosse negado tudo estava perdido, então programe a sua viagem, coloque no seu coração, mas também não fique com muitas expectativas pra não se frustrar, tirar o visto é um jogo de sorte mesmo. Mas, vamos começar pelo passaporte.

2.1 – Se você já tem passaporte já é meio caminho andado, você não vai precisar fazer tuuudo e ainda esperar 10 ou 15 dias úteis pra receber o documento. Se você ainda não tem, você precisa entrar no site da Polícia Federal e solicitar o seu, eles vão pedir uma série de documentos e pedir que você pague a GRU (Guia de Recolhimento da União), na época que eu fiz paguei mais ou menos R$250,00, depois de pagar, você deve agendar o atendimento e levar com você os documentos que eles pediram + o comprovante de pagamento da GRU. Eles vão tirar fotos suas, recolher digitais e então te entregam o passaporte com uns 10 dias úteis mais ou menos. Minha viagem estava programada para Outubro e eu tirei o passaporte em Janeiro – com bastante antecedência para ter tempo hábil pra retirar o visto e comprar passagens com antecedência. JAMAIS compre passagens ou reserve hotel antes de estar com toda a documentação em MÃOS!

2.2 – O Visto Americano. Depois que você estiver com o passaporte em mãos, é hora de você dar entrada no Visto. Eu, particularmente, tirei o meu em Recife/PE, mas você pode tirar em outros estados como Brasília/DF, São Paulo/SP, Rio/RJ ou outros. Eu recomendo fortemente que você vá para Recife. Confie em mim. Então, você pode fazer esse processo sozinho assistindo vídeos no youtube, mas eu e meu amigo – como não falamos NADA de inglês – decidimos contratar uma consultoria de R$100 em uma agência que fez o processo de preenchimento do documento do Visto pra gente e nos orientou quanto à entrevista no dia e tudo mais.

Basicamente você vai precisar entrar no site, preencher este formulário (em inglês – por isso é perigoso você preencher errado sem ajuda de alguém que sabe, como eu sou medrosa preferi mil vezes pagar e não ter perigo de errar alguma coisa), pagar uma taxa, agendar o dia das entrevistas – são 2 dias e enfim, pegar um avião/ônibus e partir pra Recife.

A primeira entrevista é apenas para eles fotografarem você, recolherem suas digitais e verificarem o seu passaporte, tudo em português mesmo. A segunda entrevista é no próprio consulado americano e nela ele pode fazer várias perguntas ou nenhuma pergunta, pedir pra ver todos os documentos ou não ver nenhum e então dar a notícia se você foi aprovado ou não. No meu caso, ele perguntou quanto tempo eu trabalhava na empresa que eu trabalho, com quem eu morava, pra onde eu ia, com quem eu ia, etc, também tudo em português. Confesso que a segunda entrevista é bem tensa, eu tava quase com dor de barriga hahahahah. O jogo é você responder apenas o que eles te perguntam e jamais demonstrar nervosismo! Pra nossa sorte, fomos aprovados! :DDD

É importantíssimo você levar TOOOOODOS os documentos que o formulário pede, tudo mesmo, sua carteira de trabalho, extrato do banco conta corrente/poupança, quanto de dinheiro você pretende levar pra viagem, seus contra-cheques, tudo mesmo porque eles podem pedir! Eu conferi mais ou menos 50x a pastinha de documentos antes de viajar hahahaha Esse post do Vai Pra Disney explica bem direitinho o passo a passo para retirar esses dois documentos e eu aconselho que você assista vários vídeos no Youtube também!

Se o seu visto for aprovado, ele vai dizer: Ok, aprovado, boa viagem. Você terá a opção de retirar no consulado pessoalmente ou pedir pra enviarem pelos correios caso você não more em Recife ou na cidade em questão. Uma informação que ninguém me deu é que o visto não é outro documento, é apenas um Selo colado dentro do seu Passaporte (haha), então eles ficarão com o seu Passaporte. Se o seu visto não for aprovado, ele vai dizer que não foi aprovado e você não deve perguntar o porquê. Eles vão te devolver o passaporte. E você só poderá pedir pra retirar novamente 6 meses depois.

03 – Definindo o Roteiro
Depois que tivemos nosso visto aprovado, estávamos com o passaporte e toda a documentação ok, era a hora da parte mais legal: montar o roteiro e definir toda a programação. Eu confesso que assisti praticamente todos os vídeos de Orlando que existem no Youtube haha, sou muito curiosa e sempre quis ver tudo – mas também queria ir sabendo exatamente o que fazer já que o tempo seria curto. Começamos definindo que os 2 primeiros dias seria de Universal pra aproveitar os dias no Harry Potter, já que não queríamos estar cansados e deixar a Universal pro final da viagem. Mas não conseguimos cumprir tudo do nosso roteiro, então eu vou colocar como ele estava inicialmente e depois o que conseguimos cumprir nos 7 dias! Então o nosso roteiro começou a se desenhar assim:

ROTEIRO PLANEJADO
QUARTA – Saída de Fortaleza >> SP >> Miami
QUINTA – Chegada em Miami >> Ida para Orlando
Chegada em Orlando >> Deixar as malas no Hotel Rose Inn – 9000 International Dr.
Fazer compras de comidas no Wallmart >> Comprar eletrônicos na Best Buy
Visitar a Disneys Springs à noite >> Jantar no Johnny Rockets
SEXTA – Parque Island Of Adventure o dia inteiro >> Jantar no Shake Shack
Fazer mais compras no Wallmart >> Outlet fazer compras
SÁBADO – Café da manhã no I HOP >> Parque Universal o dia inteiro
Jantar no T-Rex >> Outlet fazer compras
DOMINGO – Disney Magic Kingdom + Halloween Party à noite
SEGUNDA – Disney Hollywood Studios >> Museu de Cera Orlando >> Jantar no Olive Garden
TERÇA – Disney Animal Kingdom >> Cirque de Soleil La Nouba
QUARTA – Voltar para Miami
QUINTA – Chegada no Brasil

Coloquei esse roteiro planejado pra que se vocês quiserem pegarem como sugestão, esses lugares são super legais e a gente pesquisou pra caramba. Pena que só conseguimos fazer 80%, tivemos que priorizar algumas coisas e tirar outras, mas no próximo post eu volto contando como foi – afinal esse já está enorme – e o que fizemos de fato. Além de sugestão de quais brinquedos ir nos parques e o que um #potterhead NÃO PODE deixar de fazer quando chegar no Mundo Mágico!

Experiências Viagens