27 março 2011

O dia está terminando e hoje teve uma massa legal de tags #serblogueiro no twitter organizado pelo querido Gregory do trendcoffee, eu havia até comentado por lá mesmo que não faria um post sobre isso, porque acho que uma palavra resume tudo: amor. Mas, como moradora deste universo há muito tempo, me vi na obrigação de deixar meu relato neste meu querido espaço. Quem me acompanha sabe que estou no meio da blogo desde os meus 11 anos, hoje com 18 fazem exatamente 7 anos que eu sou blogueira. Faço questão de dizer isso porque sei o quão é desconfortável ver a blogo um pouco sofrida com essa explosão de blogs, mas ao mesmo tempo que gera o desconforto eu fico feliz, porque eu amo ver a expressão das mentes através dessa ferramenta. Como eu sempre digo nas minhas bios, acredito que esse seja um dos melhores meios de se comunicar, porque foi através disso que durante esses 7 anos eu conheci pessoas incríveis e ao mesmo tempo conheci pessoas que não queria ter conhecido. Mudei de bloggers e dominíos umas mil vezes, o último mais marcante di-fiori.com o qual lembro-me com carinho me rendeu grandes alegrias, porém preferi trocar pelo nuwem.com e cá estou com 1 ano de domínio com este nome intrigante.

Voltando ao assunto.. Eu sou blogueira com orgulho, eu faço porque amo e acho que isso já basta. E sabe aquela máxima de que quando você faz com gosto e vontade, tudo rende mais? Pois é, tudo tem consequências, gente, sempre teve. Eu amo blogar, dividir experiências, ler comentários, comentar em blogs amigos, receber emails queridos, aprender mais sobre diversos assuntos. Há tempos atrás (e ainda hoje) surgiram polêmicas da mudança brusca de temas de vários blogs, blogs que antigamente eram pessoais e que de repente, viraram blogs de moda ou cultura teen ou pop etc. Outra coisa que o mundo blogosférico (porque as críticas surgem é dentro daqui mesmo) tem que entender é que: sempre existiu isso. Tudo muda, todos encontram uma identidade um dia e outros buscam oportunidade. Aqueles que blogam por interesses, não vão muito longe. Precisa existir dedicação, amor, força de vontade p/ conseguir continuar e ter um resultado positivo.. como uma pessoa que só visa lucro e ‘brindes’ pode ter um rendimento realmente satisfatório? Eu não acredito.

Eu poderia passar horas falando desses 7 anos no meio da blogo, mas é tanta história, tanta experiência e felicidade que eu posso resumir que ser blogueiro é ter amor pelo próprio blog, é fazer por você e, se alguém se identificar, tratar com carinho e respeito, chamá-lo p/ dividir experiências. Ser blogueiro é saber que ao chegar em casa cansadíssimo do trabalho, vai ter alguém te esperando para ser atualizado. Ser blogueiro é isso gente, é amar o que faz. Só quem é blogueiro, DE VERDADE, sabe o que é essa sensação.

Um grande beijo a todos os blogueiros(as) (de verdade, vocês sabem do que eu estou falando), em especial a grandes amigos que sempre estiveram comigo nessa: @rodrigofantoche, @Thuanny e Rodrigo Rush! Na foto, eu e outra amiga querida @ceciliacezar.

Att, com muito orgulho.

27 março 2011

Demorei, mas voltei. Rolou um encontrinho bacana demais na loja DB essa semana e eu estava lá conferindo finalmente o trabalho da querida Diana Bezerra, super fofa! Eu e outras bloggers fomos recebidas com bebidinhas, comidinhas e um clima super fashion! Muita trend na coleção nova e isso deixou TODAS doidinhas! hahaha, fora que conheci amigas blogueiras que sempre falei pelo twitter, mas agora estamos aí na real life tb :-)


Com azamiga bloggers!! @line_tx @toquedeglamour @flashesdamoda @dbdianabezerra

21 março 2011

Eu sei que todas nós ficamos babando em diversos catálogos por aí na blogosfera todos os dias, mas tem catálogos que simplesmente me rasgam o coração e, ainda bem, que são raros. Tenho muitas paixonites agudas todos os dias, mas às vezes, só o que consigo expressar mesmo é OMG. Esse é o caso de agora, nossa querida alessandra ambrósio posou p/ a marca espanhola Loewe. E eu to apaixonadíssima, isso é muito avassalador!

Toda a coleção é sob medida, o que deixa tudo mais lindo ainda, porque no caso a consumidora escolhe tudo da cor que quiser e etc.

Eu sei e tals que é meio utópico e sofredor, eu que moro em fortaleza está apaixonada por este catálogo todo cheio de peles e couro, mas o que seria de nós sem o mundo blogosférico (e não blogo) p/ sonhar? Então aqui vai essa pele (fake) maravilhooooosa que nunca poderíamos usar em fortal, pelo menos eu não aguentaria, mas né tem fashionista p/ tudo.

Vem cá, e que batom é esse hein?

1 262 263 264 265 266